segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

PASSAGEM

...Um dia olharemos para trás e veremos que o hoje é culpa nossa,
que tudo o que sempre sonhamos muitas vezes não passaram de sonhos,
e que a realidade é uma questão de escolha.

Um dia abriremos os olhos e veremos quantos momentos preciosos perdemos,
quantas abraços apertados deixamos passar,
quantas chances de trocar o ódio pelo amor,
quantas opotunidades de dizer te amo deixamos pra lá.

...A vida se repetia todos os dias na esperança de percebermos
sua importancia.

Um dia olharemos para trás e veremos que a pior prisão do homem
está nele mesmo, e que a nossa maior teimosia é a de não querer
se libertar.

Que posso ser forte ainda quando os outros não acreditam em mim,
mais não acreditar em mim mesmo é senteciarme a derrota.

Um dia o tempo passa e os nossos maiores sonhos se tornam saudade,
nossos medos realidade e muitas vezes nossas mentiras verdades.

Um dia a gente percebe que tudo o que sempre valorizamos na realidade
não tinha valor algum,
que as coisas mais importantes da vida são de graça:
um por-do-sol, um aperto de mão, um abraço, um sorriso timido,
um olhar sereno, uma declaração de amor, um desejo pequeno, um beijo que passa...

Um dia olharemos para trás e nos arrependeremos de não ter arriscado,
de não ter tentado, de ter sentido medo.

È preciso parar e ver que a vida é um instante, que talvez não tenhamos
a chance de recomeçar e tentar outra vez.

È preciso ver que a vida acontece no hoje e o hoje deve ser a minha plataforma,
que correr risco é a prova de viver, que pessoas passam por mim todo o tempo
e o meu maior desafio deve ser percebe-las...

Um dia tudo passará,
aí perceberemos que a vida se perdeu com o passar do tempo
e o tempo com o passar da vida já não há...

Aí, quando na lembrança ficar só a imagem,
perceberemos que o tempo é uma brisa,
e a vida tão precisa somente uma passagem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário